Artesãos de Duque de Caxias recebem Carteira Nacional no Plenário da Câmara

Em 29, junho, 2021
Artesãos de Duque de Caxias recebem Carteira Nacional no Plenário da Câmara

 

Nesta terça-feira (29), o plenário Vilson Campos Macedo, localizado nas dependências da Câmara Municipal de Duque de Caxias, foi palco para a entrega da “Carteira Nacional do Artesão”, um programa de incentivo ao artesanato, gerido pelo Ministério da Fazenda. Ao todo, foram disponibilizadas 109 carteiras para artesãos duquecaxienses que cumpriram todas as etapas do cadastramento realizado pelo Programa de Artesanato do Rio, coordenado pela Secretaria de Estado de Turismo. O documento foi entregue pelo subsecretário Estadual de Turismo, Gersiano Luz, e teve o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e do parlamento da cidade.

Além do subsecretário do estado, participaram da cerimônia os vereadores: Alex da Juliana do Táxi (MDB), Alex Freitas (SD), Catiti (Avante), Clovinho “Sempre Junto” (Patriota), Delza de Oliveira (Patriota), Marquinho Dentista (DEM) e Marquinho da Pipa (MDB). A subsecretária municipal de Cultura, Simone Sangelis, juntamente com a subsecretária municipal de Turismo, Lídia Malafaia, além da coordenadora municipal de Artesanato, Zilma Alves, também estiveram presentes no evento. Outra personalidade presente foi Roberto Santos, diretor de Marketing da loja Caçula – estabelecimento parceiro da pasta municipal de Cultura e Turismo há mais de 6 anos.

“É através desta carteira, e com base na Portaria 1.007, que a gente verifica os benefícios que ela concede a cada artesão de Duque de Caxias. Assim como o advogado tem a OAB, e o médico o CRM, o artesão tem essa carteira que o qualifica e habilita o recebimento dos benefícios do Programa do Artesanato Brasileiro – PAB”, explicou Gersiano. O subsecretário disse, ainda, que a abertura que a Câmara Municipal de Duque de Caxias está dando para a realização do evento é de grande importância, e agradeceu: “Quero agradecer a presidência dessa Casa e a todos os vereadores pelo acolhimento e recepção. Essa parceria, juntamente com o Poder Executivo Municipal e Executivo Estadual, é interessantíssima, pois a cidade só tem a ganhar”.

A entrega das carteiras é uma forma de valorizar, dar dignidade e reconhecer a profissão de artesão. “A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo tem um imenso prazer em participar da entrega dessas carteiras, pois o documento irá proporcionar benefícios desde descontos com estabelecimentos parceiros até a participação no PAB, além de participarem também do programa estadual, para a exposição dos seus trabalhos. Esses artesãos aquecem a economia do município neste momento de pandemia”, falou Zilma Alves, coordenadora municipal de Artesanato.

As artesãs, Bethânia da Silva Nascimento e Antônia Alves de Souza, estavam na lista de recebimento do documento. As duas fabricam peças de crochê para complementar o orçamento da família. Bethânia, que produz tapetes de cozinha e de banheiro há aproximadamente 5 anos, falou da importância da carteira para a profissão. “Eu sempre fui na loja parceira e vi um preço com um desconto maior. Fui informada que com a Carteira Nacional do Artesão, conseguiria pagar aquele valor. Para mim, o maior benefício é o desconto na loja. Além de poder apresentar os meus produtos nas feiras nacionais de artesanato”, disse Bethânia, completando que a atitude do Legislativo em ceder o espaço para a entrega do documento é uma maneira de valorizar o trabalho da classe.

Produtora de artesanatos diversificados, Antônia afirma que seu forte mesmo é o crochê. Inclusive, segundo ela, foi através dessa modalidade, que foi possível adquirir a Carteira Nacional do Artesão. Antônia conta que faz crochê desde os 5 anos de idade, pois foi nascida e criada em uma comunidade do interior do Ceará, na qual fazer crochê é um costume hereditário. Ademais, a artesã afirmou ter um filho com Transtorno do Espectro Autista e que trabalhar com artesanato a ajuda na compra dos medicamentos da criança. Ela acredita que recebimento da carteirinha, comprova o avanço da sua profissão. “Eles estão pensando um pouquinho na gente. Antigamente éramos esquecidos, mas agora, podemos mostrar o nosso trabalho”, desabafou Antônia.

É importante ressaltar que o processo para a inscrição é feito em duas etapas: a primeira delas é um pré-cadastro no site do PAB, seguido pela curadoria técnica pelo Programa de Artesanato Estadual. “Porém, muitos não estão conseguindo fazer. Então, conversamos com o subsecretário Gersiano e outras possibilidades serão estudadas para que eles consigam efetivar a renovação e, para quem ainda não tem, que a faça”, explicou a coordenadora de Artesanato do município, Zilma.

Atendendo ao convite da Secretaria de Cultura e Turismo de Duque de Caxias e do subsecretário Gersiano, o vereador Catiti, em nome da Câmara da cidade, disse: “A Câmara é a Casa do Povo, um espaço democrático. Temos que receber a todos, por isso, quando havia pendências em ter uma sede para a solenidade, pude interceder pela realização desse evento tão importante aqui no plenário. Agradeço ao presidente desta Casa Legislativa, Celso do Alba (MDB), e ao Poder Executivo por abraçar essa causa”. E Catiti seguiu dizendo que “a entrega dessas carteiras eleva a autoestima desses trabalhadores. Os artesãos foram muito impactados com essa nova crise, pois deixaram de expor seus produtos, por conta das restrições das cidades, mas hoje é um dia de felicidade para eles, porque esse documento oficialmente abre portas. Uma coisa é você dizer que é artesão, outra coisa é você ter um documento que comprove isso”, finalizou o vereador.

xnxx أشرطة الفيديو الجنس porno bokep xxx xvideos Xvideos XNXX Porno videos pornos de angola
Skip to content