Câmara cobra convocação de auditores fiscais aprovados em concurso

Em 21, junho, 2018
Câmara cobra convocação de auditores fiscais aprovados em concurso

A Câmara Municipal de Duque de Caxias apontou a necessidade de se convocar auditores fiscais aprovados em concurso para melhorar a fiscalização e o consequente aumento de receita na Cidade. O tema foi levantado durante sessão plenária desta quinta-feira, dia 21, quando os vereadores cobraram do prefeito uma solução urgente para a questão.

“O salário de um agente fiscal não é despesa e sim investimento, a Cidade precisa de um corpo de fiscais de qualidade para se estruturar e se reerguer dessa crise que afetou nosso Estado e nossa Cidade. Tenho certeza que o prefeito com sua visão de dinâmica e pioneira vai saber levar o Município ao crescimento em conjunto com os servidores”, defendeu o vereador Arthur Monteiro (Avante).

“Temos que ter um olhar atento para melhorar as finanças do Município e não ficar na dependência de repasses estaduais. Duque de Caxias tem potencial para ser independente e proporcionar aos moradores políticas públicas à altura”, destacou o vereador Marcos Tavares (PSDC).

“É importante termos pessoas preparadas para contribuir com a Cidade. Convocar um quantitativo adequado mostra ao contribuinte capacidade e qualidade de atendimento. Peço ao líder do prefeito que leve a preocupação dessa Casa de Leis ao Executivo Municipal”, ressaltou o vereador Gilberto Silva (PPS).

Líder do governo na Câmara, o vereador Nivan Almeida (PRP) respondeu: “Essa Casa, com o apoio de cada vereador, vai transmitir sim essa preocupação ao prefeito para termos uma fiscalização mais efetiva, que leve a Cidade ao aumento de receita necessário.”

LIBRAS – Ainda na sessão, o vereador Junior Uios (PT) antecipou uma novidade do Legislativo. “Todos sabem da minha luta em prol das pessoas com deficiência, ano passado discuti a possibilidade de incluir o curso de LIBRAS como matéria no ensino fundamental, mas a princípio não foi possível por falta de receita. Em conversa com o deputado Rosenverg Reis, ele me sugeriu procurar a Fundec e foi isso que fiz, sendo muito bem aceito. O curso de LIBRAS é agora uma realidade na Fundec e forma no próximo semestre cerca de 100 pessoas. Nesta Câmara, o presidente está se empenhando para oferecer o curso aos funcionários, o que deve acontecer ainda nesse segundo semestre.”

“São projetos realmente importantes e com propostas de inclusão. A Fundec tem estrutura e domínio e poderia em parceria com essa Casa proporcionar o curso de LIBRAS aos funcionários em nenhum ônus ao erário. Tenho certeza que muitas pessoas estão interessadas, inclusive eu”, afirmou o vereador Gilberto Silva.