Câmara aprova LDO e RAS para Guarda Civil Municipal

Em 07, junho, 2018
Câmara aprova LDO e RAS para Guarda Civil Municipal

Dois projetos do Executivo foram votados e aprovados na sessão da Câmara Municipal de Duque de Caxias nesta quinta-feira, dia 7: a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o próximo ano e o Regime Adicional de Serviço (RAS) para a Guarda Civil Municipal, um programa que prevê pagamento adicional para quem atuar em dias de folga.

“Esse projeto do RAS é importante para termos mais segurança em Caxias, a Guarda Municipal ajuda muito a Polícia Militar a manter a ordem na Cidade. Tenho lutado por esse projeto e também por capacitação e armamento não letal à Guarda, para que possamos mudar a nossa realidade de insegurança”, defendeu o vereador Guilherme é a esperança (Podemos).

“Temos realmente que valorizar o funcionário público e oportunizar um salário digno, mas sou contra a Guarda armada. Hoje em dia muito se fala em armas e eu sou contra, acredito que a maior arma da população é o título de eleitor, é com o voto consciente que se pode mudar a sociedade”, afirmou o vereador Marquinho Oi (DEM).

“É preciso repensar a segurança pública no nosso Estado, vem acontecendo uma caça aos nossos heróis. Até quando vamos ver nossos policiais tombando sem alguma atitude a respeito? Fico receoso quando é defendido que a Guarda Municipal possa se armar, pois quem sabe manusear uma arma está sendo caçado, será que nós vamos colocar mais uma categoria na mira dessa caça? As leis precisam ser mais severas e realmente para todos, é preciso fiscalizar melhor as fronteiras do nosso país para evitar a entrada de armas e munições aos marginais”, disse o vereador Valdecy Nunes (PP).

“Venho batendo na tecla de que precisamos de um centro de treinamento para a Guarda Municipal, que está abandonada e desmotivada na nossa Cidade há muito tempo. É preciso garantir esse equipamento na LDO que votamos nessa Casa”, ressaltou o vereador Marcos Tavares (PSDC), fazendo outros adendos à Lei de Diretrizes Orçamentárias: “Temos que avançar na questão do empreendedorismo; cobrar a tarifa única, que foi promessa de campanha do prefeito; potencializar convênios para ampliar as vagas na educação; disponibilizar cursos na Fundec que garantam empregabilidade aos jovens na Petrobrás e dar a devida atenção ao bairro Jardim Gramacho, essas são observações necessárias à LDO.”

“A LDO é para adequar os recursos e muitos projetos estão contemplados nela, o debate à lei é exatamente para essa Casa avaliar como pode contribuir para que o governo exercite as políticas públicas necessárias à Cidade”, destacou o vereador Nivan Almeida (PRP), líder do governo na Câmara.

INDLUSÃO – O vereador Junior Uios (PT) pediu à Presidência da Câmara que estude a possibilidade de oferecer curso de LIBRAS aos funcionários do Legislativo. “Temos uma procura grande dessa demanda e há a necessidade de tornar essa Casa mais inclusa e acessível, capacitando os funcionários a essa comunicação direta. Conto com o presidente e com os demais vereadores para sermos a primeira Casa Legislativa acessível do Brasil.”

Apoiando a ideia, o vereador Gilberto Silva (PPS) fez uma sugestão: “A inclusão é aspecto fundamental e espero que esse projeto realmente aconteça. Sugiro ao colega vereador, que é conhecedor da causa, que indique uma instituição de ensino de LIBRAS para fazer convênio com a Câmara.”

OBRAS – O presidente da Câmara, vereador Sandro Lelis (PSL), aproveitou para anunciar obras na Cidade e agradecer ao prefeito. “O Washington Reis tem atendido nossas demandas e demonstrado carinho com a população. O Parque Eldorado terá 22 ruas com obras de drenagem e pavimentação, quase todas indicações minhas da legislatura passada e algumas dessa. Já o bairro Amapá vai ganhar obras em mais de 60 ruas, além de rede de esgoto, é uma conquista para aquele povo, que sofre há tantos anos.”