Câmara de Caxias celebra aniversário da PMERJ com homenagens

Em 22, maio, 2018
Câmara de Caxias celebra aniversário da PMERJ com homenagens

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) completou 209 anos de existência no dia 13 de maio e, para celebrar a data, a Câmara Municipal de Duque de Caxias realizou uma noite solene na terça-feira, dia 22, para entrega de títulos, moções e medalhas aos componentes da corporação.

“A Casa Legislativa tem orgulho e satisfação em honrar a Polícia Militar pelos seus 209 anos no Estado. Temos aqui vereadores que são policiais e que estão sempre buscando melhores condições de trabalho para a categoria. Estamos à disposição dessa instituição que muito nos orgulha por sua luta diária. Parabéns a todos”, disse o presidente da Câmara Municipal, vereador Sandro Lelis (PSL).

“Tive a ideia de propor essa sessão solene para mostrar nosso apoio nesse momento de desagravo ocasionado por uma crise financeira, econômica e moral, em que a instituição passa por dificuldades estruturais por não ter os recursos necessários para o combate. Rogo a Deus que continue oferecendo bênçãos a cada componente da corporação”, discursou o vereador Gilberto Silva (PPS).

“Tenho a honra de estar aqui para celebrarmos esse momento especial de uma instituição muitas vezes não reconhecida pela sociedade. Muitos companheiros têm tombado no cumprimento do dever e essa singela homenagem é uma forma de dizer que a melhor polícia de combate urbano do mundo é a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro”, afirmou o vereador Valdecy (PP).

“É uma satisfação participar dessa homenagem. Também sou policial militar, servi por 12 anos o Batalhão de Choque e agora estou vereador e integrando a comissão de segurança para contribuir com a melhoria do nosso Município”, ressaltou o vereador Wendell (PCdoB).

“Permaneci 22 anos na Polícia Militar em Duque de Caxias e se tivesse que começar de novo, seria policial. Nós somos policiais porque temos garra e guerra para servir e proteger. É o policial que segura todo resultado dos problemas sociais, políticos e econômicos. Parabéns à Polícia Militar”, destacou o vereador Beto Gabriel (PV).

“Não sou policial militar, mas tive esse desejo na juventude e não poderia deixar de falar o quão honrado estou em participar desse evento. Quando temos um problema na população decorrente de risco, lembramos primeiramente dos policiais que, em meio a tantas dificuldades, estão ali para nos defender e proteger como bravos guerreiros. Parabéns a todos”, reforçou o vereador Junior Uios (PT).

Representando a bancada feminina da Câmara, a vereadora Leide (PRB) discursou: “Parabenizamos a cada um desses guerreiros que a cada dia vence uma batalha diferente e nos honra muito com isso.”

Pedindo um minuto de silêncio para todos os policiais que morreram combatendo a violência, o vereador Guilherme é a esperança (Podemos) parabenizou os presentes. “Servi a essa corporação por 32 anos e seis meses, fui baleado seis vezes e continuei guerreando. Não deixem que nada abale a conduta moral de vocês. Nessa Casa existe um grupo de vereadores que são policiais e que luta pela segurança em Duque de Caxias.”

Líder do governo na Câmara, o vereador Nivan Almeida (PRP) também fez sua homenagem. “Parabenizo a todos os policiais em nome de toda Casa Legislativa. Deixamos aqui nossos agradecimentos a essa instituição que enfrenta cada dia um desafio novo, pois muitas são as demandas.”

Comandante geral da PMERJ, o coronel Luis Cláudio Laviano foi um dos homenageados e agradeceu em nome de toda corporação. “Essa homenagem representa o reconhecimento de toda população ao nosso trabalho diário na comunidade. A luta por nobres valores sociais tem nos custado muito, somente em 2018 foram sepultados mais de 50 companheiros, temos testemunhado o sofrimento de familiares, amigos e colegas de farda. Aproveito a ocasião para pedir o apoio de todos para revertermos esse cenário, para isso, precisamos acelerar a recomposição da nossa tropa e da nossa frota, bem como a formulação de políticas sociais inclusivas para fortalecermos nossa voz.”