Nova diretoria da ADLA toma posse na Câmara

Em 31, julho, 2017
Nova diretoria da ADLA toma posse na Câmara

A Academia Duquecaxiense de Letras e Artes (ADLA) deu posse à nova diretoria nesta segunda-feira, dia 31, em uma cerimônia na Câmara Municipal. O acadêmico Sidney Oliveira assumiu a presidência para o biênio 2017-2019, antes ocupada pelo acadêmico Wilson Gonçalves.

“Foi uma honra muito grande presidir a ADLA nos últimos dois anos. Agradeço à diretoria que esteve ao meu lado porque fez muito e trouxe o sentido de democracia para a Academia. É importante frisar a democracia, pois a ADLA não tem verba pública, ela é custeada pelo trabalho e esforço dos seus acadêmicos e daqueles que têm amor à arte”, disse Wilson Gonçalves.

“Esse é um momento muito especial da minha vida, pois mais uma vez tenho a honra de presidir a ADLA. Obrigado pela confiança de mais uma vez lutar pelas letras e pelas artes. A Academia precisa ir às ruas, tocar as pessoas e ter uma visão humanista. Em 2018 teremos a comemoração de 50 anos da Academia e tudo já está sendo pensado para esse momento especial”, adiantou o novo presidente Sidney Oliveira.

Os demais membros da nova diretoria são: Magaly Machado, vice-presidente; Paulo Ramos, diretor cultural; Tania Amaro, diretora de patrimônio; Sidney Guerra, procurador jurídico; Deco Baptista, 1º secretário; Antônio Joaquim, 2º secretário; Solange Amaral, 1ª tesoureira e Vera Ponciano, 2ª tesoureira.

O novo conselho fiscal também foi formado, seus componentes são Martha Rossi, Dalkir Teixeira, Penha Santiago, Vera Machado, Esequiel Cruz e Maria da Glória Eleutério.

Professor da UFRJ, Alcides Silva participou do evento e chamou a ADLA para atuar mais próximo da comunidade. “Caxias é um município que possui índices de educação e desenvolvimento muito abaixo do seu poder econômico. Tenho certeza que a Academia está pronta a assumir seu papel de vanguarda para discutir essa questão e participar do processo de aglutinação para propor projetos de melhorias, pois temos grandes potenciais que são desperdiçados.”

Durante o evento, foram prestadas homenagens aos acadêmicos Paulo Mainhard e Dalva Lazaroni, ambos falecidos em 2016. “Muitos homens e mulheres ilustres passaram pela Academia Duquecaxiense de Letras e Artes e deixaram como contribuição um grande legado”, ressaltou o acadêmico Eudóxio de Azeredo, um dos fundadores da ADLA.